Vinaora Nivo Slider 3.xVinaora Nivo Slider 3.xVinaora Nivo Slider 3.x
Vista Frontal do Edificio Principal do Tribunal Supremo
Tribunal Supremo

Presidente do Tribunal Supremo recebe o Secretário-Geral Assistente das Nações Unidas

O Presidente do Tribunal Supremo, Adelino Manuel Muchanga , recebeu no seu Gabinete de Trabalho, no dia 11 de fevereiro, o Secretário-Geral Assistente para Área das Tecnologias de Informação e Comunicação da Organização das Nações Unidas, Bernardo Mariano Jr.

brPresidente do Tribunal Supremo, Adelino Manuel Muchanga , ao centro, tendo ao seu direito Bernardo Mariano Jr e ao seu direito ao Dr Filipe Sitoi , docente universitário, que o acompanhava

 

 

No encontro, o Presidente do Tribunal Supremo felicitou a moçambicano Bernardo Mariano Jr. pela indicação para o exercício daquelas funções, fato que se orgulha do país.

Na ocasião, o Presidente do Tribunal Supremo partilhou os desafios da modernização dos Tribunais e deu conta das soluções em curso, tendo manifestado o interesse de contar com as sinergias do Secretário-Geral Assistente para Área das TICs das Nações Unidas, Bernardo Mariano Jr, conhecendo da experiência  que acumulou ao longo de vários anos e das funções actuais na área das TICs.

O Presidente do Tribunal Supremo, referiu que “apesar de todo o esforço que tem sido empreendido na digitalização, ainda continuamos muito dependentes do papel”. O Presidente do Supremo referiu ainda que “modernizar implica investimento considerável, não apenas para a componente de aquisição e manutenção de sistemas e equipamentos, mas também no aumento da literacia informática”.

O Secretário-Geral Assistente para Área das Tecnologias de Informação e Comunicação das Nações Unidas, Bernardo Mariano Jr., agradeceu os passos dos tribunais e mostrou-se disponível, a seu nível, para partilhar e mobilizar apoios possíveis, tendo recomendado uma elaboração de uma estratégia de rastreamento que atenda às necessidades específicas da justiça moçambicana. Anotou que uma importante para a digitalização do sistema o reconhecimento em tais assinatura digital, o que passa, pela garantias públicas, criação de uma infraestrutura.